Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desenhos Animados - Anos 90

Blog sobre todos os desenhos animados dos anos 90 e alguns que eu gostei a partir do ano 2000.

A Cinderela

Este anime é uma co-produção da italiana "Mondo TV" e os estúdios japoneses "Tatsunoko". A série foi produzida em 95, e tem 26 episódios, com música de Giovanni Sposito, e realização de Takaaki Ishiyama e Hiroshi Sasagawa.
A série foi baseada no conto infantil "Cendrillon ou la petite pantoufle de verre "do Francês Charles Perrault(Paris, 12 de janeiro de 1628 — Paris, 16 de maio de 1703). Perrault foi um escritor e poeta francês do século XVII, que estabeleceu bases para um novo gênero literário, o conto de fadas. Ele escreveu diversos contos infântis conhecidos por toda a gente, como "A Bela Adormecida", "O Capuchinho Vermelho" ou "O Gato das Botas". A Cinderela de Perrault foi editada pela primeira vez em 1697, mas já haviam antes diferentes versões da história. Alias Charles Perrault basseou o seu livro no conto popular italiano "A Gata Borralheira".A mais antiga é originária da China, por volta de 860 a.C. e a mais conhecida é a dos Irmãos Grimm, semelhante à de Charles Perrault.
A Cinderela é hoje mundialmente conhecida sobretudo pela adaptação da Disney de 1950.

 

História
Cinderela é uma rapariga doce ingénua. Depois de o seu pai partir em viagem, a sua Madrasta e as suas filhas ordenam que Cinderela faça as tarefas domésticas da casa. Mas Cinderela não entra em desespero e conta com a ajuda dos seus amigos animais, Chouchou, Bingo, Poly e Papy, dois ratinhos, um cachorro e um passarinho. Cinderela consegue falar com eles graças ao feitiço da Madame Paulette.
Cinderela irá conhecer Charles, um jovem simples por quem se apaixona. Mas o misterioso jovem guarda a sua verdadeira identidade, pois Charles é o príncipe do Reino Esmeralda. O jovem principe terá de enfrentar o terrível Zara que pretende tomar posse do trono do seu Reino.

A série estreou em Portugal em 1996 na TVI com dobragem portuguesa, e teve várias repetições durante 4 anos.

 

Ficha Técnica:
Dobragem Portuguesa:
Direcção:Jorge Páuperio
Tradução e Adaptação:Joana Rosmaninho
Estúdios:Somnorte

 

Genérico:

Personagens

Cinderela

Cinderela.jpg

Voz-Zélia Santos

 

Charles

Charles2.jpg

Voz-Raul Constante Pereira

 

Madrasta

Madrasta.jpg

Voz-Raquel Rosmaninho

 

Catherine

Catherine.jpg

Voz-Margarida Machado

 

Jane

Jane2.jpg

Voz-Sissa Afonso

 

Poly

Poly.jpg

Voz-Raul Constante Pereira

 

Papy

Papy.jpg

Voz-Sissa Afonso

 

Chouchou e Bingo

Chouchou e Bingo.jpg

Voz-Zélia Santos e João Cardoso

 

Episódios
01 - A Partida
02 - O Concurso
03 - O Mentiroso
04 - O Cavalo
05 - Um Encontro de Sonho
06 - O Mistério da Vinha
07 - O Falso Adivinho
08 - A Magia de um Sorriso
09 - Os Conspiradores
10 - O Violinista Triste
11 - Uma Bela História de Amor
12 - A Recepção no Castelo
13 - A Fuga da Isabelle
14 - O Segredo do Príncipe Charles
15 - O Verdadeiro e o Falso
16 - O Príncipe na Cozinha
17 - Um Coração Bom e Generoso
18 - Um Pintor Muito Estranho
19 - Livremos-nos dos Bandidos
20 - Viagem para a Felicidade
21 - Recordações da Mamãe
22 - A Cinderela Está em Perigo
23 - Eliminem o Príncipe
24 - O Convite Para o Baile
25 - O Sapato da Felicidade
26 - Um Casamento Feliz

Calimero

calimerologo.jpg

O Calimero foi criado pelos italianos Nino e Toni Pagot. O boneco surgiu como um desenho animado para um anúncio de um sabão.

 Com o sucesso do anúncio foi produzida a primeira série de desenhos animados.
Depois de duas séries produzidas em Itália entre 1971 e 1973, a Toei Animation produziu duas séries. A primeira em 1974 com 47 episódios e a segunda em 1992 com 52 episódios.
Calimero é um pequeno pinto, simpático e ingénuo. Ele passa a vida a vitimizar-se e sentir-se infeliz e injustiçado. Ficou conhecido pelas frases "É uma injustiça, pois é" e "Abusam porque sou pequenino". Ele é apaixonado por Pricilla e tem um rival, o pato Piero.
Na série produzida em 94, o Calimero deixa de sentir-se injustiçado e infeliz e passa a ter aventuras mais emocionantes e arranja novos amigos, Valeriano, Susy e Rosella.
As primeiras séries italianas do Calimero estrearam na RTP nos 70 com dobragem inglesa e legendas em português.

Em 1987 passou na RTP a primeira série produzida no Japão, com dobragem italiana e legendas em português. Finalmente a ultima série produzida em 1992 passou na RTP1 em 1999, com dobragem portuguesa.

VIDEOS

Video do Calimero quando apareceu pela 1.ª Vez

Genérico

PERSONAGENS:

Calimero

calimero.jpg

 

Priscilla

pricila.jpg

 

Piero

piero.jpg

Bonecos PVP

 

Caderneta de Cromos

calimerocd.jpg

 DVD's
A Prisvideo editou 5 dvds da última série do Calimero produzida em 1992. A temática desta série é diferente da referência que temos do Calimero. Nesta série ele não se sente injustiçado e infeliz.

calimero_e_amiguinhos.jpgcalimero_e_amiguinhos_vol_2_o_musico.jpg

calimero_e_amiguinhos_3_no_faroeste.jpgcalimero_e_amiguinhos_4_o_grande_premio.jpg

calimero_e_amiguinhos_5_no_espaco.jpg

Onde está o Wally?

wallylogo.jpg

Onde Está o Wally? começou por ser um livro infântil/júvenil escrito por Martin Handford.
O livro tem como objectivo encontrar o Wally nas suas páginas, além de procurar o Wally existe uma lista de objetos para os leitores procurarem.
Em 1991 foi adaptado para TV numa série de desenhos animados com 13 episódios. A série estreou no canal 1 em 1992.

 

História
 
Wally viaja na companhia do seu cão Woof, por terras distantes, resolvendo curiosos mistérios. Com a ajuda de sua bengala mágica, Wally pode viajar através do espaço e do tempo ou até viajar para terras mágicas. Muitas vezes, enviado pelo amigo Barba Branca, Wally é perseguido por Estranha À Lei, que pretende apanhar a todo o custo a sua bengala mágica.
 
A série estreou no canal 1 em 1992 com dobragem Portuguesa. Repetiu mais tarde no Canal Panda mas com outra dobragem.

Personagens:

As personagens são o Wally, que é o protagonista, o Woof, o Estranha a Lei e o Barba Branca.
 

Dobragem Portuguesa:

Direção:Jorge Mota

Estúdios:Somnorte

 

Genérico:

Excerto de um episódio

Caderneta de Cromos

 

Livros

wally_onde_esta_campismo_estadio_praia_254dpi.jpg

wally_onde_esta_agora_perdido_milhares_anos_254dpi

wally_onde_esta_fantastica_viagem_254dpi.jpg

 

Procurem o Wally neste site:
http://www.ondeestaowally.blogger.com.br/

Babar

Babar é uma personagem fictícia, protagonista do livro infantil francês L'Histoire de Babar, escrito por Jean de Brunhoff. A história começa quando Babar ainda pequeno parte da floresta, até que chega a uma cidade onde começa a vestir-se como um homem. Mais tarde regressa á sua terra natal onde é coroado rei dos elefantes.
A história é baseada nos contos que Cecile, a esposa de Brunhoff, relatava aos filhos do casal, Laurent e Mathieu. Este relato agradou os de tal forma que contaram ao seu pai, cuja ocupação era de artista e pintor.
Dessa maneira ocorreu a Brunhoff escrever um livro ilustrado, somente para uso familiar. Logo, seu irmão, Michel de Brunhoff, e seu cunhado, Lucien Vogel, entusiasmados, publicaram o livro em 1931, pela editora Éditions du Jardin des Modes, com o título de "L'Histoire de Babar le petit éléphant" (A História de Babar, o pequeno elefante).
Jean de Brunhoff publicou seis histórias antes de falecer, em 1937. Seu filho Laurent de Brunhoff, que, como seu pai, era escritor e pintor, continuou a série a partir de 1946, com "Babar et Ce Coquin d'Arthur" e muitos outros. Foi Laurent também que, em 1969, começou uma série para a televisão francesa.
Em 1989 a história de Babar foi adaptada para TV através de uma série de desenhos animados. Esta não foi a primeira adaptação do Babar para tv. A série foi produzida entre 89/91 e realizada por Stéphane Bernasconi e Dale Schott.

Babar é um jovem elefante que vive com sua mãe e todos os outros elefantes na selva. A sua vida muda tragicamente, quando um caçador mata a sua mãe. Ele é então obrigado a refugiar-se na cidade onde conhece uma velha senhora que lhe ensina a andar de pé, e todos os hábitos e costumes de mundo dos humanos. Contudo, Babar tem saudades dos seus amigos e decide regressar à selva. De regresso, ele controi na selva a Vila Celeste onde ele é rei e casa-se com a sua prima Celeste. O casal de elefantes têm 4 filhos Flora, Pom, Alexandre e Isabel. Afável e atencioso, Babar enquanto jovem vive aventuras emocionantes que gosta de contar aos seus filhos. Ele tem também um rival, o rei da Rinolândia.
As primeiras séries foram emitidas na RTP(1990) e mais tarde repetiram na SIC(1993/1994) com a mesma dobragem. As primeiras 3 séries foram dobradas nos estúdios Nacional Filmes com direcção de António Feio. A 4º e 5º série foram dobradas nos estúdios Somnorte.

Esta série voltou a passar na RTP em 2007 mas infelizmente com uma nova dobragem, bastante inferior à primeira. A dobragem foi feita nos estudios da Nacional Filmes 2.
Foi produzida uma nova série em 2000 e passou na SIC. A dobragem foi dirigida pela actriz Fernanda Figueiredo nos estúdios Novaga. Esta série foi realizada por Luc Bihan.

Em 1989 foi produzido um filme que foi editado em VHS em Portugal, legendado em português e também passou na SIC. O filme foi realizado por Alan Bunce.

Em 1999 foi produzido um novo filme e foi editado em dvd com dobragem portguesa. O filme foi realizado por Raymond Jafelice nos estúdios Hyun Young.

 

GENÉRICO:

 

PERSONAGENS:

Babar

 

 

Celeste

 

 

Cornélios

 

 

Artur

 

 

Alexandre

 

Flora

 

Pom

 

Madame

 

 

Zéfir/Zeferino

Vitinho

Depois de vários espaços dedicados a levar as crianças para cama, a RTP surgiu com um novo desenho animado em 1986. Juntamente com Milupa foi criada a primeira animação do Vitinho, criado por José Maria Pimentel.
Atransmissão diária na televisão das películas "Boa noite, Vitinho!" em horário nobre, atribuiu-lhe grandes picos de audiência.
Foram criados mais 3 películas bem sucedidas apesar do 1º ter tido maior impacto. Cada filme foi apresentado em duas versões. Normalmente nas primeiras transmissões, eram apresentadas as versões mais longas e com tempo a RTP passava a transmitir uma versão mais curta da animação.
As música dos 4 Vitinhos foram compostas por José Calvário e as letras por José Mendes Martins.
Com o sucesso do Vitinho foram criados inúmeros artigos, desde almofadas, bonecos, livros e claro os discos com os temas das películas.

Por altura dos 25 anos dos desenhos animados, em Janeiro de 2011, a Google Portugal criou um Doodle comemorativo.

 

ALMOFADAS DO VITINHO:

LIVRO:

TEMPORADAS:

Boa noite, Vitinho! (1986) - Dulce Neves

Boa noite, Vitinho! II (1989) - Isabel Campelo

Boa noite, Vitinho! III (1991) - Eugénia Melo e Castro & LSO

Boa noite, Vitinho! IV (1992) - Paulo de Carvalho

Arthur

As primeiras 8 séries foram produzidas pela Cinar, depois foi adquirida pela Cookie Jar group(a mesma do Ruca).
Esta série já venceu 3 Emmys na categoria de melhor programa animado para crianças.
Ao todo já foram feitas 11 temporadas com 145 episódios no total. A 12º e 13º séries estão em produção.

"Artur" é mais uma série de desenhos animados adaptada de livros de sucesso. Neste caso a colecção de livros "Arthur"de Marc Brown.
Marc Brown é escritor de livros infantis e nasceu a 25 de Novembro de 1946, em Erie na Pensilvânia. Além de autor dos livros é também ilustrador. O Marc é sobretudo conhecido pela colecção de livros "Artur" e as suas séries de desenhos animados. Os nomes de seus três filhos, Tolón, Tucker e Eliza foram escondidos em todos os livros do Artur.
Artur é um orycteropus afer de oito anos, vive com os seu pais e as suas irmãs Dolly e Catarina na cidade Ellwood. . Tanto os livros como a série de TV gira à volta da vida do Artur e as suas aventuras, os dilemas, a escola, os amigos, a família etc...
A série retrata também problemas sociais e de saúde ligados às questões que afectam as crianças. Existe um ênfase forte sobre o valor educativo do livro e das bibliotecas, bem como as relações com os amigos e a família.
A série passou a primeira vez em Portugal em 1997 na rtp 2. A dobragem foi feita nos estúdios da Somnorte e dirigida por Jorge Mota. A série repetiu várias vezes na rtp, sendo a última no ano passado.
GENÉRICO:

 
PERSONAGENS:
Artur
Dolly
 
Pai do Artur

Mãe do Artur

 

Grandão

Francine

Gorducho

 

Fiffy

 

Susana

 

Prunella

Cérebro

Episódio-O Artur passa a noite fora

A editora Castelo lopes editou em dvd a primeira série de 30 episódios em 6 dvds.

1.jpg2.jpg

3.jpg4.jpg

Topo Gigio

O boneco "Topo Gigio" foi criado pela italiana Maria Perego em 1969. Gigio tornou-se rapidamente um sucesso em Itália, sendo exportado para diversos países, entre os quais, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, E.U.A., Equador, Alemanha, Japão, México, Holanda, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela e Portugal.
"Topo Gigio" foi trazido para Portugal pelo pianista Rui Guedes mas já era presença habitual no programa anual Sequim d'Ouro. O Programa estreou em 1981 e fazia companhia aos mais pequenos depois do Telejornal. Rui Guedes mantinha conversas com o pequeno rato amoroso e traquina, sempre acompanhado por música, desde versões a canções escritas por Rui Guedes e José Cid. Alguns dos temas foram editados em single, e inclusive foi criada uma canção para os meninos irem para a cama. Gigio também contava com a companhia da menina Paulinha, a sua paixão. A voz portuguesa do Topo Gigio foi sempre interpretada pelo actor António Semedo.
Passados vários anos, Topo Gigio voltou à TV portuguesa(sem contar com as aparições no Sequim d' Ouro), pela mão do produtor Ediberto Lima. Desta vez o ratinho mantinha conversas com João Baião no programa Big Show Sic.
A Nippon Animation produziu em 1988, uma série de desenhos animados do Topo Gigio. Essa série estreou em Portugal na SIC.

No ano de 2001 a SIC transmitiu o Topo Gigio numa série infantil

Wickie, o viking(Vickie, o viking)

Wickie é um pequeno e esperto Viking que vive na Escandinávia, na aldeia de Flake, cujo o chefe é Halvar, o seu pai muito sabichão, juntamente com os Vikings como Tjur e Snorre (que estão sempre a discutir), Faxe (muito forte mas desajeitado), Ulme (o músico) ,Urobe (o Viking ancião) e o Gorm.
Wickie era muito jovem para partir para o mar com os homens mas, como era desembaraçado e tinha sempre boas ideias para tudo, o pai acabou por levá-lo numa das suas expedições no seu barco drakkar. Havia sempre uma aventura à espreita e Wickie encontrava sempre soluções para tirar os seus amigos de sarilhos. Halvar não iria arrepender-se de ter levado o filho consigo.
Wickie sempre que começava a pensar para arranjar uma solução, esfregava o nariz e, quando tinha uma boa ideia, apareciam estrelas sobre um fundo laranja.

A série estreou em Portugal em 1975 na versão alemã com legendas em português. Apenas os temas da série tiveram versão portuguesa.
Repetiu na TVI em 1996 com uma nova dobragem e repetiu também na RTP2 numa versão restaurada e com outra dobragem.
 
PERSONAGENS:
Wickie

Halvar

 

Ilva

 

Ilvy

 

Snorre

 

Tjur

 

Ulme

 

Urobe

 

Gorm

 

Faxe

 

Genérico

Deixem os vossos comentários!

Guida e o Monstrinho

Em Nowhere Land o céu é o limite

Nowhere Land é um espantoso e fantástico local, onde uma rapariguinha chamada Maggie, gosta muito de ir. Os seus melhores amigos vivem lá. São eles: Ferocious Beast, uma criaturinha parecida com um pequeno cão, com o corpo salpicado de manchas que parecem saltar-lhe fora da pele e Hamilton Rock, um pequeno e irrequieto porco, que esconde grandes talentos como cozinhar, cantar e manter as coisas em ordem! Os três são muito amigos e quando se encontram as suas aventuras podem ser tão simples como jogar às escondidas ou mais complicadas como navegar no mar num barco de papel, a fim de descobrirem ilhas secretas! Em Nowhere Land , o céu é o limite! À medida que exploram estranhos e novos locais em Nowhere Land, vão fazendo uma quantidade de novos amigos como Nedley o coelho, ou Sidestep, o caranguejo! A curiosidade e o entusiasmo de Maggie, leva-a a viver grandes aventuras. Ela é a leader do grupo, mas quando se mete em encrencas, os três amigos ajudam-se entre eles a fim de encontrarem uma solução...

Baseada no livro "The Ferocious Beast" de Betty e Michael Paraskevas, "Maggie and the Ferocious Beast" é uma série de animação onde Maggie e os seus amiguinhos vivem uma quantidade de aventuras, conhecem novas gentes e partem à descoberta de novas experiências - tudo isto vivido com a exuberância de que faz parte o colorido e imaginário mundo de Maggie! Uma coisa é certa. Para Maggie, mesmo na mais exótica parte de Nowhere Land, o mais importante do mundo é a amizade!

Esta série passou na RTP1 e RTP2 no ano de 2005.

 

FICHA TÉCNICA:

Produção: Nelvana International
Tit. Original: «MAGGIE AND THE FEROCIOUS BEAST»
PERSONAGENS:
Ferocious Beast - o "Monstrinho"
Guida
Hamilton Rock

Pág. 1/3