Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desenhos Animados - Anos 90

Blog sobre todos os desenhos animados dos anos 90 e alguns que eu gostei a partir do ano 2000.

Seg | 14.02.11

Os Meninos do Coro(Rugrats)

desenhosanimados-anos90

big garage.jpg

Os "Rugrats" foram criados por Arlene Klasky, Gabor Csupo e Paul Germain. A série foi produzida pela Klasky Csupo para a Nickelodeon. De 1991 a 1994, foram produzidos 65 episódios em 3 séries. Mas em 1996 retomaram a série e foram produzidas mais 6 séries que resultaram em mais 107 episódios. Quase todos os episódios têm 2 histórias cada.
A série pretende mostrar como os bebés e as crianças pré-escolares vêem o mundo e como encaram as situações ao seu redor.
Esta série foi muito premiada e teve direito a três longas metragens de animação

 História

Rugrats_cast.png

Tommy Pickles é um bebé aventureiro de um ano e tem como melhor amigo, Chuckie Finster, o medroso do grupo. Os 2 bebés têm ainda como amigos os gémeos Phil e Lil Deville. Apesar de não ser precetivel aos adultos, os bebés comunicam entre si. Ao grupo junta-se muitas vezes a prima do Tommy, Angélica Pickles. Ela tem três anos, e é capaz de comunicar e entender a linguagem da as crianças e a linguagem dos adultos, que muitas vezes ela usa como uma vantagem quando pretende manipular qualquer uma das partes. Ela normalmente é muito má para os bebés e pensa que já não é um. Susie Carmichael é outra bebé, que vive do outro lado da rua dos Pickles, também é capaz de comunicar sobre o mesmo nível de Angélica, embora ela não seja manipuladora. Aparece mais tarde na série.
Em 1998, no primeiro filme da série foi introduzida uma nova personagem. O irmão do Tommy, o Dil. Como é um bebé de quatro meses , Dill não é capaz de comunicar com ninguém. Mais tarde, em 2000, após o filme "Rugrats em Paris", apareceu uma nova personagem, Kimi Finster que é a meia irmã de Chuckie.
A série estreou em Portugal em 1992 na SIC, mas na versão original com legendas em português. A série só começou a ser dobrada em português em 1994. Nas três primeiras séries o elenco de actores foi praticamente o mesmo.
Com o regresso dos Rugrats, a série começou a ser dobrada nos estúdios Somnorte, e como tal a dobragem mudou por completo. Ainda assim teve algumas alterações nas séries seguintes.

A série foi transmitida pela SIC entre 1992 e 2005.
rugrats.jpg

GENÉRICO:

 

PERSONAGENS:

Tommy

 

Chuckie

Phil

 

Lil

Angélica

Kimi 

Dil

Taffy

Chas

Drew

Stu e Didi

 

Avô

Susie

Susie_Carmichael.png

Spike

 

Os Filmes:

"Rugrats, o Filme"

rugrats filme.jpg

A história do filme começa com os Rugrats em uma aventura na selva para poder pegar um pote que está no topo de uma estátua dourada, quando na verdade se tratava de uma geladeira, já que eles estavam imaginando essa aventura. Porém acabam interrompidos por Didi Pickles, mãe de Tommy, que está grávida. Nesse momento estava ocorrendo um chá de fralda. De repente momentos depois, Didi é levada às pressas para o hospital, pois está prestes à dar a luz ao bebê. Quando o bebê nasce, Stu percebe que era um menino, pois o mesmo achava que iria nascer uma menina. Didi dá o nome de Dil ao bebê. Logo, Tommy e ele ficam amigos, porém Dil acaba por segurá-lo pelo nariz e ambos começarem a chorar. Tommy acha que será esquecido pelos pais, devido a explicação que Angelica deu a ele, pois os mesmos estão dando mais atenção à Dil do que a ele. Então Tommy e seus amigos decidem levá-lo de volta ao hospital, porém isso acaba em uma confusão, porque eles acabam perdidos na floresta.

Passou na SIC a 24 de Dezembro de 2002.

 

“Rugrats em Paris - o Filme”

rugrats-in-paris-the-movie-movie-poster-2000-10202

Quando Stu Pickles é chamado para trabalhar no EuroReptarland, o novo parque de diversões de Paris, os Rugrats vão todos atrás. 
Da Torre Eiffel a Notre Damme, nenhuma atracção está a salvo dos Rugrats, que descobrem que divertir-se é igual em qualquer língua. 
Entretanto, o amor anda no ar para o pai de Chuckie. Será que ele vai ter uma nova mãe? 
Os pequenos Rugrats aprendem uma importante lição de coragem, lealdade e verdadeiro amor nesta viagem recheada de música, incluindo o tema de sucesso «Who Let The Dogs Out?» 
Com as vozes de Susan Sarandon e John Lithgow.

Passou na TVI a 25 de Dezembro de 2003.

Seg | 14.02.11

Fraidy, o Gato

desenhosanimados-anos90

fradylogo.jpg

A série americana "Fraidy. the cat" foi produzida pela Filmation em 1975. Esta série é pouco lembrada apesar de ter passado em vários países. Foram produzidos 15 episódios que foram realizados por Don Towsley.

 

Sinopse:

Fraidy é um gato, e como todos os gatos tem 9 vidas. No entanto, é medroso e já perdeu 8 das 9 vidas. Por isso, Fraidy cada vez que se encontra em apuros chama por um numero entre 1 e 8, e assim aparece um fantasma referente a uma das vidas que perdeu. Esses fantasmas ajudam Fraidy a livrar-se dos perigos.
A série americana "Fraidy. the cat" foi produzida pela Filmation em 1975. Esta série é pouco lembrada apesar de ter passado em vários países. Foram produzidos 15 episódios que foram realizados por Don Towsley.
A série passou na TV2 em 1992.

 

Fraidy

fraidy.jpg

Dom | 13.02.11

Simba, O Rei Leão

desenhosanimados-anos90

 A série "Simba, O Rei Leão" foi criada e realizada pelo intaliano Orlando Corradi, para a Mondo TV em 1995. Esta série ia atrás do sucesso do filme da Disney "O Rei Leão". A série mistura o universo das histórias de "Bambi", "O Rei Leão" e "O Livro da Selva".
Foram produzidos 52 episódios.

História
O Rei Leão é baleado por caçadores, sendo vitima de traição de Share Khan, o tigre da Selva. Simba e os seus irmãos ficam órfãos e são adoptados pelos lobos. Tanto os lobos como os outros animais da selva assumem a sua educação. Mais tarde, Simba conhece Bambi, que também ficou órfão. Os dois ficam amigos e vão defender a selva de Shere Khan e de todas ameaças.

A série estreou na TVI em 1996 com dobragem portuguesa. Mas em 1995, a Prisvideo editou 4 vhs com os primeiros episódios da série. Foram editados como fossem um filme. Em algumas das cassetes a dobragem é portuguesa, e noutras é brasileira.

 

Abertura:

 

Personagens:

Bule e Simba

Bambi

Odnaro

Share Khan

Thin

XL

Dom | 13.02.11

Super Buéréré

desenhosanimados-anos90

O "Super Buéréré" estreou em Abril de 1996 na SIC e durou cerca de 3 anos.

O programa passava aos sábados e domingos de manhã e foi criado pelo brasileiro Ediberto Lima. A ideia do programa foi baseada nos programas infantis brasileiros, nomeadamente o "Xou da Xuxa". Produzido pela Ediberto lima Produções, foi apresentado pela cantora Ana Malhoa. A Ana já era conhecida do público infantil, tendo vários discos editados desde 86.
O programa tinha várias personagens, como a Melzinho, o Sapo Filipe, o Boi Ré-ré, a Vaca Ré-ré, o Príncipe, as Anetes e as Mini anetes. A Música tinha uma forte componete no programa e foram editados 4 discos com as músicas do Super Buéréré. Ao longo do tempo surgiram vários espaços, como por exemplo os truques de magia do Damião e da Helena, "Eureka, agora eu sei" entre outros. Havia ainda o correio que era lido pela Ana e eram mostrados os desenhos e as fotos enviadas pelos miúdos. Em cada programa haviam convidados, sobretudo musicais.
Passaram várias séries pelo "Super Buéréré", como os "Power Rangers", "Navegante da lua", "Arrepios", "Homem Aranha", a "Janela de Allegra", "Pokémon", "Teletubbies" entre outros.
Pouco tempo depois do programa estrear, passou a ter um espaço de Segunda a Sexta-Feira, onde a Ana e o Boi Ré-ré e mais tarte também a Vaca-Ré-ré, apresentavam os desenhos animados da semana e passatempos.
O último programa foi para o ar a 27 de Dezembro de 1998.

buerere-e1448017421589.jpg

Abertura:

Ana Malhoa
 
Boi Ré-Ré e Vaca Ré-Ré

 
Croko
 
Sapo Filipe

Melzinho 
 
Anetes
 
Mini-Anetes
 

CD'S:

R-8265300-1458249198-8930.jpeg.jpg

R-8277604-1458488903-6923.jpeg.jpg

R-8315717-1459195072-4239.jpeg.jpg

grandepagode13.jpg

Puzzle

873687521_1_644x461_3-puzzle-burr-com-50-peas-cada

Cassete:

babar-desportista-babar-em-ponto-pequeno-l-de-brun

Videos:

Sex | 11.02.11

Navegantes da lua (Sailor Moon)

desenhosanimados-anos90

O anime "Navegante da Lua" foi baseado na Manga "Sailor V", criado por Naoko Takeuchi em 1991. A série começou a ser produzida pela "Toei Animation" em 1992, cuja a 1º temporada teve 46 episódios.

História
A Bunny é uma rapariga de 14 anos muito alegre e um pouco desmiolada que vive em Tokio no Japão.
Um dia encontrou um grupo de miúdos a maltratar um gato e Bunny salva-o. Entretanto noutra dimensão, vive a Rainha Peryl que pretende roubar a energia dos humanos e encontrar o cristal prateado para ressucitar a Rainha Metália. Peryl ordena a Jedite que roube a energia dos humanos e este apodera-se de uma loja de jóias para obter a energia dos clientes.
Mais tarde, Luna o gato que Bunny salvou, entra no seu quarto e fala com ela. Bunny fica com medo, pois nunca viu um gato que falasse. Luna oferece a Bunny um "Alfinete" e pede que diga "Pelo poder do prisma lunar". Bunny transforma-se na Navegante da Lua. Luna conta a Bunny que agora é uma guerreira e tem de combater o Reino das Trevas e encontrar a Princesa da Lua.
A Navegante da Lua vai até á ourivesaria salvar a sua amiga Sara. Mas o combate não corre bem, até que aparece um Mascarado que ajuda Bunny e esta consegue com sua Tiara Lunar destruir o monstro.
Assim começaram as aventuras de Bunny, mas ela não vai ficar sozinha por muito tempo, pois irão aparecer mais 4 guerreiras(Navegante de Mercúrio, Navegante de Marte, Navegante de Júpiter e Navegante de Vénus) que ajudarão a Navegante da Lua a destruir o Reino das Trevas e a encontrar a Princesa da Lua.

A série estreou em Portugal em 1994 no Buéréré de Segunda à Sexta, e voltou a repetir. Em 2000, a primeira temporada também repetiu na TVI no programa "Batatoon".

 

Dobragem Portuguesa:
Direcção:António Semedo e Fernanda Figueiredo
Música do Genérico:José Natário e Emanuel Lima
Tradução:Isabel Martins
Estúdio:Novaga

 

Personagens:

Navegante da Lua-Bunny

1.jpg

Voz-Fernanda Figueiredo

Navegante de Mercúrio-Ami

2.gif

Voz-Isabel Wolmar

Navegante de Marte-Rita

3.jpg

Voz-Cristina Cavalinhos

Navegante de Júpiter-Maria

4.jpg

Voz-Cristina Paiva

Navegante de Vénus-Joana

5.gif

Voz-Cristina Paiva

Luna

6.gif

Voz-António Semedo

Artemiza

7.gif

Voz-Cristina Cavalinhos

Mascarado-Gonçalo

8.jpg

Voz-Rogério Jacques

Rainha Peryl

9.gif

Voz-Isabel Wolmar

Jedite

10.gif

Voz-António Semedo

Neflite

11.gif

Voz-António Semedo

Zoisite

12.gif

Voz-Rogério Jacques

Kunzite

13.gif

Voz-António Semedo
 
Produtos da Série
Caderneta de Cromos

navegante.jpg

 

2º Série(Série R)

A segunda série é divida em duas fases, o arco da Ail e An(13 episódios) e o arco da Lua Negra(30 episódios).
A série estreou na SIC em 1996.

 

Ali e An
A primeira parte começa com a chegada dos aliens Ali e An. Os dois transformam-se em humanos com os nomes Sérgio e Natália. Os dois são namorados mas dizem-se irmãos. Eles passam a frequentar a escola da Bunny, Ami, Maria e da Joana. Sérgio apaixona-se por Bunny, e Natália por Gonçalo.
Os dois aliens pretedem roubar energia aos humanos para dar à Árvore do Mundo Negro. A Árvore é a fonte da vida dos dois amantes.
Depois das navegantes terem perdido a memória no final da 1º série, devido á nova ameaça, o Luna e a Artemiza devolvem as memórias às navegantes para combaterem o novo enimigo.

Personagens
Ali(Sérgio)

1.gif

Voz-António Semedo

An

2.gif

Voz-Isabel Wolmar

 

Lua Negra
A segunda fase começa com o inesperado aparecimento de uma miúda de nome Chibi-usa. Ela hipnotiza a familia da Bunny e faz-se passar por sua irmã. Na realidade Chibi-Usa vem do futuro e pretede encontrar o cristal prateado e para voltar ao futuro.
Entretanto, chega do futuro a familia da Lua Negra, Rubi e as 4 irmãs da Caça que pretedem apanhar a Chibi-Usa.
Depois de vários combates, todas as Irmãs da Caça são curadas pela Navegante da Lua e tornam-se humanas.
As Navengates enfrantam ainda Rubi e os outros membros da Lua Negra, a Esmeralda, o Rubi e o Principe Diamante. Mas na realiade eles eram manipulados pelo Sábio.
As Navegantes descobrem ainda que Chibi-Usa é a filha de Gonçalo e Bunny no futuro e conhecem outra navegante, a Navegante de Plutão que guarda o portal do tempo.

Personagens:
Chibi-Usa

3.gif

Voz-Fernanda Figueiredo

Navegante de Plutão

4.gif

Voz-Isabel Wolmar

Vilões
Berthierite

5.gif

Voz-Cristina Cavalinhos

Karmesite

6.gif

Voz-Isabel Wolmar

Calaverite

7.gif

Voz-Isabel Wolmar

Petzite

8.gif

Voz-Cristina Paiva

Rubi

9.gif

Voz-António Semedo

Esmeralda

10.gif

Voz-Isabel Wolmar

Safira

11.gif

Voz-Rogério Jacques

Príncipe Diamante

12.gif

Voz-António Semedo

Sábio

13.gif

Voz-Rogério Jacques

Sex | 11.02.11

Tombik e BB

desenhosanimados-anos90
Sinopse:

TOMBIK & BB, apresentado por duas abelhinhas, estão prontas para levar os jovens espectadores a uma viagem de diversão, aprendizagem e emoção. Ao longo da série vai encontrar um mundo fantástico, colorido cheio de enigmas, canções e divertidos jogos.

Em 104 episódios, mas com ligeiras variações interessantes entre os 52 primeiros e  o segundo. Cada episódio apresenta muitos enigmas diferentes concebidos para estimular o processo de pensamento de uma criança e desenvolver a criatividade também. A criança terá que colocar peças de um puzzle, identificar o par, optimizando os jogos e certamente vai desfrutar de visitas do Dr. McCool - sempre pronto para abraçar um facto interessante científico. QUEBRA-A-saurus está sempre à disposição para montar outro enigma desafiador. CLUECAT já está pronto para juntar-se à diversão e fornecer pistas úteis e dicas para ajudar a resolver os enigmas. Outros personagens incluem Tongo o urso simpático acompanhado de seu ajudante FIRKETE travesso, para não mencionar a banda residente da casa - os buggies! As crianças serão cativados e completamente entretidas por este elenco de personagens e da combinação de 2D e 3D arte só contribui para a série.

Esta série estreou na RTP1 e RTP2 em 1997 e repetiu várias vezes.

FICHA TÉCNICA:

Duração: 30m
Tit. Original: «TOMBIK AND BB»
Origem: EUA - 1998
 
EXCERTO:
 
PERSONAGENS:
Tombik

BB

QUEBRA-A-saurus

Dr. McCool

Buggies

Sex | 11.02.11

Teletubbies

desenhosanimados-anos90

A série inglesa "Teletubbies" foi criada por Anne Wood e Andrew Davenport. Foi produzida pela "Ragdoll Productions" para a "BBC Television" durante 1997 a 2001. Ao todo foram produzidos 365 episódios.
A série é bastante infantil, direccionada para crianças muito pequeninas. Nas diversas situações, os Teteletubbies repetem várias vezes as suas acções para os mais pequeninos apreenderem mais facilmente o objectivo de cada segmento.
Foi produzido em cada país uma parte da serie. Em cada episódio é apresentado uma reportagem com crianças nas mais diversas situações. A versão portuguesa foi realizada por José João Silva e estreou na SIC em 1998.

História

Os "Teletubbies" são quatro seres bem dispostos e traquinas. Eles são o Tinky Winky, o Dipsy, a Laa-Laa e a Po. Os quatro amigos vivem numa casa de aspecto futurista e passam os dias a brincar. Em cada episódio, eles assistem a uma reportagem com crianças.

 

Genérico:

Personagens:

Tinky Winky

Voz-Filipe Costa

 

Dipsy

Voz-Joel Constantino

 

Laa Laa

Voz-Ana Saltão

 

Po

Voz-Alexandra Sedas

 

Produtos da Série
DVD'S

teletubbies_cancoes_de_embalar.jpgteletubies_hora_de_dormir.jpg

teletubbiesv2.jpg

Caderneta de Cromos

teletubbiescad.jpg

Bonecos

tele2.jpg

Videos:

Sex | 11.02.11

Dink, o pequeno dinossauro

desenhosanimados-anos90

"Dink, o pequeno dinossauro" é uma série animada produzida pela Ruby-Spears Productions. Na altura, os dinossauros estavam a tornar-se uma moda. A série foi desenvolvida para a televisão por Karen Wilson e Chris Weber em 1989. Foram produzidas duas séries, a primeira de 13 episódios e a segunda série de 8 episódios. Cada episódio tem duas histórias.


Sinopse:

A série conta as aventuras de Dink, um pequeno Apatosaurus e os seus amigos no Prado Verde. Os amigos do Dink são a Amber(Corythosaurus), o Skat(Compsognathus), o Ping(Edaphosaurus), o Flape(Pteranodon) e o Durão(tartaruga).
A série estreou na TV2(RTP 2) em 1993 com dobragem portuguesa.
Foram produzidas duas séries, a primeira de 13 episódios e a segunda série de 8 episódios. Cada episódio tem duas histórias.

 

Personagens:

Dink

 

Ambar

 

Scate

 

Pingo e Flape

 

Durão

Sex | 11.02.11

Os Hoobs

desenhosanimados-anos90

Uma série para crianças, dos 2 aos 6 anos, para formar, ensinar e animar

HOOBS, uma série de Jim Henson num espaço para crianças do pré-escolar (2 aos 6 anos). Formar, ensinar e animar as crianças, esta é mais uma prova de que "as crianças merecem o melhor". Os HOOBS, interpretados em português por Helena Montez, Pedro Fernandes, Mário Redondo e Rui Luís Brás, vão certamente contribuir para o enriquecimento das crianças portuguesas. As canções são de José Mário Branco e Amélia Muge e a direcção de Ermelinda Duarte. Os HOOBS são personagens que vêm de um outro planeta e que chegam à Terra para aprender coisas sobre o mundo com a ajuda das crianças. Aprendem a pensar e a encontrar soluções para as suas perguntas. Cada episódio revela a resposta a uma pergunta e a forma de chegar à conclusão passa pela utilização de instrumentos ao alcance das crianças, potenciando o gosto pela descoberta e a satisfação das respostas.

Os HOOBS são 4 bonecos de aspecto peludo, com cores muito chamativas. Cada um tem a sua própria personalidade, dois personagens masculinos e dois femininos. IVER - É o líder do grupo. É o HOOB de cor púrpura. GROOVE - É o mais tranquilo e é um aficionado da música. É o HOOB de cor verde TULA - É a mais alegre de todos. É a HOOB cor de rosa ROMA - É a mais séria nas suas funções de redactora. É a HOOB cor de laranja Na série há ainda outros personagens que permitem distintos graus de interactividade com os HOOBS, a exemplo dos vários modelos de relações sociais. HUBBA HUBBA - É o quinto elemento do grupo. É o contacto directo dos HOOBS com o seu próprio mundo e exerce também um papel paternal. 3 MOTORETTES - PIM, PAM e PUM - São as criaturas indispensáveis para movimentar os carro dos HOOBS. A sua função é cantar para que o carro ande e escolhem uma canção que faz referência ao episódio.

A série passou na RTP no ano de 2003.

 
PERSONAGENS:
IVER

 

TULA

 

GROOVE

 

ROMA

 

HUBBA-HUBBA

 

MOTOTRETTES

Sex | 11.02.11

Ana dos Cabelos Ruivos

desenhosanimados-anos90

anne2.jpg

"Ana dos Cabelos Ruivos" é um anime produzido pela Nippon Animation, baseado no romance "Anne of Green Gables" de Lucy Maud Montgomery (November 30, 1874–April 24, 1942). O romance já vendeu mais de 50milhões de livros desde a sua primeira edição de 1908. Lucy escreveu mais 7 livros que descrevem a vida da personagem "Ana Silvestre". Vários factos do livro são inspirados na vida da escritora Canadiana.
O anime foi produzido em 1979 e têm 50 episódios.
 
História:

ana16.jpg

Esta história passa-se na Ilha do Príncipe Eduardo, no Canadá, nos finais no séc. XIX. Matias e Marília Vicente, dois irmãos já com alguma idade, vivem numa quinta chamada Frontão Verde e, quando a história começa, visto que decidiram adotar um rapaz órfão para ajudar Matias no trabalho do campo, preparam-se para a sua chegada. Matias vai à estação de comboios mais próxima buscá-lo, enquanto Marília fica a tratar de tudo para o receber.

No entanto, quando Matias chega à estação, não é um rapaz que o espera, mas sim uma menina, Ana Silvestre. Sendo assim, ele nem percebe que é ela que está à sua espera lá fora. Dentro do edifício da estação, informam-no de que a Senhora Francisca, que tinha ido ao orfanato buscar uma criança para si e a quem os irmãos Vicente haviam pedido para trazer também um rapaz para eles, deixara aquela rapariguinha à espera que ele a viesse buscar. Matias é tímido e não fala do engano a Ana, decidindo deixar esse assunto para Marília tratar. Na viagem para casa, Ana, de onze anos, feliz por ir ter um lar e entusiasmada com as bonitas paisagens, fala imenso com Matias, que começa a gostar da menina e a ter pena da sua situação.

ana27.jpg

Logo que chega a casa, Marília insurge-se com o facto de Ana não ser o rapaz desejado e, apesar das súplicas da menina, decide ir com esta, no dia seguinte, a casa da Senhora Francisca, saber como ocorreu o engano e qual a forma de a poderem mandar de volta para o orfanato. Por isso, apesar de Matias desejar ficar com Ana, Marília parte com esta na tarde seguinte até Areias Brancas, onde mora a Senhora Francisca. Pelo caminho, pede que Ana lhe conte a sua vida até aí e comove-se com a vida difícil e sem amor que a menina teve. Em parte por esta razão, apesar de esclarecer as coisas com a Senhora Francisca, recusa a solução desta de Ana ficar a viver com uma outra senhora que mora ali perto e que deseja ficar com a menina apenas para que a última a possa ajudar com a sua grande família, como uma criada a quem não teria de pagar. Decide falar novamente com o irmão Matias.

De volta ao Frontão Verde, sozinha com Matias, Marília conta toda a história e diz-lhe que está disposta a ficar com Ana, o que faz com que o irmão fique feliz e aliviado. Quando Ana recebe a notícia, o seu sonho de ali viver torna-se realidade e começa desde logo a explorar a quinta e as redondezas, ao mesmo tempo que se ambienta muito bem à sua nova vida e à educação que Marília lhe começa a dar. A única coisa que não agrada a Marília é a imaginação desmedida de Ana, que faz com que por vezes se esqueça do que está a fazer, e a sua tendência para falar, falar e falar sem se cansar.

ana26.jpg

 O primeiro incidente que acontece é quando Raquel Lima, velha amiga de Marília, a vem visitar e quer conhecer Ana. Raquel é muito frontal e chega a ser dura com Ana, pois, logo que ela lhe aparece à frente, critica imenso o seu aspeto, nomeadamente a sua magreza e os cabelos ruivos. Ana é especialmente sensível em relação a esse ponto (aliás, ela detesta ser ruiva) e reage temperamentalmente aos comentários da Senhora Raquel. Esta última fica tão zangada que diz que não volta a pôr os pés no Frontão Verde.

Apesar de Marília não concordar com a forma como Raquel falou sobre Ana, diz-lhe que não se devia ter comportado assim com a sua amiga e que ficará fechada no quarto até ir pedir desculpa. Ana recusa-se inicialmente, mas, persuadida por Matias, acaba por não só pedir desculpa, como fazê-lo de uma forma que faz com que Raquel Lima passe a ser sua amiga.

Entretanto, Ana começa a ir à catequese (não logo à escola, pois as férias do Verão estão a começar) e torna-se grande amiga de Diana Barros, uma das filhas da família da quinta vizinha. As duas juram ser as melhores amigas para o resto das suas vidas.

Ana adora viver ali e fazer parte da família Vicente, mas vários pequenos incidentes lhe vão acontecendo e ela vai-se metendo em pequenas confusões, que no fundo são muito cómicas. Alguns acontecimentos serão relatados de seguida.

Marília não encontra o seu alfinete de ametistas e pensa que Ana, por o admirar muito, o levou para brincar e o perdeu. Apesar de a menina o negar, Marília não consegue arranjar outra explicação para o desaparecimento do alfinete e diz a Ana que ficará de castigo no quarto até contar a verdade. Dado que o piquenique da catequese está prestes a realizar-se e Ana quer muito ir, acaba por, recorrendo à sua grande imaginação, inventar uma história, confessando ter feito uma coisa que não fez. Quando Marília descobre o alfinete perdido e confronta Ana, pede-lhe desculpa e diz que errou ao forçá-la a sentir que tinha de inventar alguma coisa. Ana ainda vai a tempo de ir ao piquenique e Marília não consegue deixar de achar toda aquela história muito cómica.

Quando começa a escola, Ana vai muito contente para as aulas, faz amigas e gosta da escola (embora não goste muito do professor, tal como todos os seus colegas), mas outro acontecimento vem perturbar a sua vida. Um dia, Gilberto Brás, um seu colega que, por ter estado a viajar, começa a ir às aulas mais tarde, tenta chamar a atenção de Ana, aquela nova menina sonhadora, durante uns momentos em que o professor não está atento. Como esta está perdida no seu mundo de sonhos e nem o ouve, ele acaba por lhe puxar pela trança ruiva e lhe chamar “Cenourinha”, o que a faz ficar tão zangada (mais uma vez, por causa do seu cabelo ruivo!) que se levanta e bate com a lousa na cabeça de Gilberto.

O professor põe-na de castigo de uma forma que acha humilhante. Ana decide nunca mais falar com Gilberto. No dia seguinte, ao episódio da lousa partida junta-se mais um acontecimento envolvendo o seu colega, que acaba por fazer com que Ana não queira voltar à escola, e ninguém a consegue demover.

Ana passa a estudar em casa, a ajudar Marília e a brincar com Diana nos tempos livres. E eis que outra situação ao mesmo tempo cómica e dramática se dá. Um dia, Marília, que vai estar fora toda a tarde, diz a Ana que esta pode convidar Diana para vir tomar chá com ela, o que põe a menina extremamente entusiasmada. No entanto, durante o lanche, Ana confunde a garrafa de sumo de framboesa com a de vinho e oferece a última a Diana, que fica embriagada. A mãe desta, ao perceber o que aconteceu, acha que Ana o fez de propósito, mesmo depois de Marília interceder por Ana, e proíbe a filha de voltar a confraternizar com Ana. A tristeza da menina é enorme e, para poder ao menos ver Diana, volta a ir à escola. Passa-se algum tempo, durante o qual Ana se torna cada vez mais boa aluna e aplicada, até que algo novo acontece.

Numa noite em que, devido a um acontecimento político na cidade mais próxima, quase todas as pessoas estão fora da Vila das Flores, incluindo Marília, a Senhora Raquel e os pais de Diana, esta última aparece no Frontão Verde muito aflita, pois a sua irmã mais nova está doente e o médico também está fora. Matias vai à procura de um médico mais longe, mas é Ana que, em casa de Diana, salva a sua irmã. Isto deve-se ao facto de ter tratado de muitas crianças antes de ser adotada e saber o que fazer naquele caso. Por esta razão, a mãe de Diana perdoa a Ana e as duas amigas passam a poder estar juntas como dantes.

Há mais episódios cómicos que acontecem, como quando Ana quer agradar especialmente à Senhora Salomé, a esposa do novo pastor (assim se chamam os padres no Canadá), e pede a Marília para ser ela mesma a fazer um bolo especialmente para a sua nova amiga, enganando-se, no entanto, e pondo xarope para a tosse no bolo em vez de baunilha, o que faz com que fique inconestível.

O tempo passa entre outros episódios divertidos e Ana torna-se a coisa mais importante da vida de Marília e Matias. Cresce e decide que quer estudar para se tornar professora. A Dona Natália, uma professora que vem substituir o professor de que Ana nada gostava e que se torna muito popular entre os alunos, decide abrir uma turma de preparação para os exames de entrada no Colégio Real, onde Ana poderia vir a realizar o seu sonho. Ana e alguns dos seus colegas, incluindo Gilberto, começam a frequentar essa turma de preparação. Ana estuda muito, tal como Gilberto (ambos se tornam rivais na escola). Quando chega a altura de fazer os exames para a entrada nesse colégio na maior cidade da Ilha do Príncipe Eduardo, toda a turma está preparada, mas especialmente Ana e Gilberto, cujos resultados dos exames acabam por fazer com que sejam os primeiros da lista de admissão no Colégio Real, primeiro Ana e logo em seguida Gilberto.

Ana, Gilberto e os restantes colegas, que também passaram na admissão ao colégio, vão estudar para lá e aí Ana, com 15 anos, fica a saber que, se for a melhor em Inglês e Literatura Inglesa, disciplinas em que se sente como peixe na água, pode vir a ganhar uma bolsa de estudos para a faculdade, o que aumenta a sua ambição e a faz esforçar-se ainda mais nos estudos. Quando chega o dia de saber quem passou no curso do colégio e também quem ganhou a bolsa de estudos, a alegria não podia ser maior, pois Ana ganha efetivamente a bolsa e todos os outros passam no curso. Isto faz com que todos os amigos de Ana, novos e velhos, da Vila das Flores (e, claro, Matias e Marília) fiquem imensamente orgulhosos de Ana.

No entanto, a tragédia abate-se durante as férias, antes da ida para a faculdade. Matias morre subitamente, o que causa um desgosto difícil de ultrapassar a Ana, que é, no entanto, apoiada pelas suas amigas e pela Senhora Salomé.

No fim, e devido também a um problema de saúde de Marília, que a faria ter de vender a sua casa no Frontão Verde e ir viver com a Senhora Raquel, Ana decide abdicar da bolsa de estudos e concorrer a um lugar de professora numa escola de província da região (o curso do colégio permite-lhe isso), para poder ficar com Marília e ajudá-la. Ana fica feliz com este plano e sente-se bem consigo própria. Gilberto Brás, que concorrera à escola onde ambos tinham andado na própria Vila das Flores e fora aceite como professor lá, ao saber do que se passa com Ana e perceber que, quanto mais perto de casa e de Marília esta ficar, melhor, decide retirar a sua candidatura e sugerir o nome de Ana, concorrendo de seguida a outra escola mais longe. Ao ficar a saber deste gesto de Gilberto, Ana pede-lhe que a perdoe por ter sido tão teimosa e ter rejeitado a sua amizade no passado. Ambos tornam-se excelentes amigos, decidindo até fazer um curso universitário por correspondência e ajudarem-se nisso mutuamente.

A série acaba com Ana muito feliz por ficar no seu querido Frontão Verde, com todas as pessoas de que gosta à sua volta e satisfeita com os seus planos para o futuro, que, embora sejam diferentes do que pensara, a fazem sentir-se muito satisfeita.

 

A série foi exibida na RTP 2, nas tardes de segunda-feira, entre 1990 e 1991. Pouco tempo depois, regressou no Agora Escolha.

Personagens:

Ana Silvestre

anacabeloruivos.jpg

Marilia Vicente

marilia.jpg

Matias Vicente

matias.jpg

Diana Barros

diana.jpg

Gilberto Brás

gilberto.jpg

Raquel Lima

raquellima.jpg

Episódios:
Episódio 1: A grande surpresa 
Episódio 2: Um encontro decisivo
Episódio 3: Despedida do Frontão Verde 
Episódio 4: Ana conta a sua vida
Episódio 5: Marília decide-se 
Episódio 6: O sonho torna-se realidade 
Episódio 7: É difícil pedir desculpa 
Episódio 8: A catequese 
Episódio 9: Uma amiga a sério 
Episódio 10: Uma grande amizade 
Episódio 11: O alfinete desaparecido 
Episódio 12: A confissão 
Episódio 13: O primeiro dia na escola 
Episódio 14: Problemas na escola 
Episódio 15: Um rato no pudim 
Episódio 16: Um convite para tomar chá
Episódio 17: Uma carta importante 
Episódio 18: Há sorte na infelicidade 
Episódio 19: O aniversário 
Episódio 20: Aconteceu há um ano 
Episódio 21: Lágrimas de despedida
Episódio 22: Azar a toda a prova 
Episódio 23: Convite para a casa do pastor 
Episódio 24: A prova de coragem 
Episódio 25: Preocupada com Diana
Episódio 26: Grandes planos 
Episódio 27: O presente de Matias 
Episódio 28: Muitas surpresas 
Episódio 29: O clube das histórias 
Episódio 30: Uma experiência dolorosa 
Episódio 31: O salva-vidas 
Episódio 32: Uma viagem empolgante 
Episódio 33: A maçã envenenada
Episódio 34: Os caminhos separam-se
Episódio 35: Receios secretos 
Episódio 36: As últimas férias de Verão 
Episódio 37: Um grande dia para Rio Claro 
Episódio 38: Porquê logo o n.º 13? 
Episódio 39: Uma espera sem fim 
Episódio 40: Um grande êxito
Episódio 41: Uma oferta surpreendente 
Episódio 42: Vida de estudante 
Episódio 43: O sonho de ter uma bolsa 
Episódio 44: Saudades e medo dos exames 
Episódio 45: Gilberto e a medalha de ouro 
Episódio 46: Dúvidas e receios 
Episódio 47: Uma grande perda
Episódio 48: Despedida de Matias 
Episódio 49: Planos para o futuro 
Episódio 50: A despedida de Ana
 

Já nos anos 2000, a RTP exibiu outra série animada da Ana dos Cabelos Ruivos, também com a chancela da Sullivan Entertainment. Emília Silvestre deu novamente voz a Ana.

ana12.jpg

A Planeta DeAgostini lançou a série em DVD em 2007. Visto a RTP já não dispor da sua dobragem, a mesma foi recuperada a partir de gravações em VHS. Apenas o primeiro episódio não estava disponível, tendo sido feita uma nova dobragem nos estúdios Somnorte.

ana02.jpg