Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog sobre todos os desenhos animados dos anos 90 e alguns que eu gostei a partir do ano 2000.

ATENÇÃO

Procuro episódios ou genéricos de desenhos animados gravados da tv ou não e Programas infantis/juvenis. Inclusive os que estão no blog.

Entre em contacto comigo por este e-mail:

desenhosanimados1990@sapo.pt

Tubarões de Rua

street-sharks.jpg

Street Sharks (em Portugal, Tubarões de Rua) é uma série de animação estadunidense-canadense produzida pela DiC Entertainment entre 1994 a 1996. A série foca-se nas aventuras de um esquadrão de homens meio tubarões mutantes que lutam contra o crime na cidade onde moram.

A série foi fortemente inspirada em outros desenhos animados da época focados em esquadrões de heróis animais meio humanos, como por exemplo "As Tartarugas Ninja", série da qual Street Sharks rivalizou em seu tempo de transmissão. A série já rendeu vários brinquedos e outros produtos, e foi sucedida por um spin-off chamado Dinossauros Radicais em 1997.

 

História:

A história começa quando o Dr. Robert Bolton e o seu parceiro Dr. Luther Paradigm criam uma máquina capaz de alterar e fundir DNAs de animais aquáticos transformando-os em híbridos antropomórficos. No entanto Paradigm obcecado por poder, quer usar a máquina para benefício próprio, planeia criar o seu próprio exército de animais mutantes. Por isso Dr. Bolton tenta impedi-lo sem sucesso sendo transformado em um mutante (cuja forma não é revelada na série) pelo vilão e fugindo depois disso. Com isso os filhos de Bolton decidem ir atrás do pai até serem capturados por Paradigm e tendo seus DNAs alterados virando assim tubarões mutantes que acabam por se rebelarem contra Paradigm. Os quatro escapam e unem forças com a assistente do doutor Lena Mack e o seu amigo Bends, após serem incriminados por Dr. Paradigm que faz a cidade acreditar que eles são os vilões. Com isso os tubarões passam a aderir ao título de "Street Sharks" e passam a lutar contra Paradigm e os seus capangas para mostrarem a sua inocência ao mesmo tempo que impedem o vilão de continuar os seus planos.

c812dc14d3135e1999061b6c76a6b6d1.jpg

A série passou na SIC em 1999.

Clube Disney

clubelogo.jpg

1ª Fase:

clube17.jpg

Depois do famoso "Clube dos Amigos Disney"(86-89), a RTP estreou em 1991 um novo programa com universo da Walt Disney. O mesmo formato foi espalhado por toda a Europa, educando e divertido o público infanto-juvenil, durante 10 anos.
A primeira fase 91/94 foi apresentada por três jovens escolhidos por casting, Anabela Brígida, Pedro Gabriel e Vítor Emanuel. Cada programa era repleto de situações didácticas e divertidas, protagonizadas pelos apresentadores. Haviam convidados musicais, entre outros de diversas áreas, que eram entrevistados pelo público e pelos anfitriões do programa. Os jovens apresentadores fizeram inúmeras reportagens pelo nosso país, mostrando diversas localidades, museus e curiosidades. Viajaram ainda pelos parques Disney, onde nos mostravam o mundo mágico da Disney, em divertidas reportagens. Inclusive acompanharam de perto o últimos meses da construção da Eurodisney e a sua inauguração.
Durante este período foram apresentadas seguintes séries animadas da Disney, As Novas Aventuras Disney(Ducktales), Tico e Teco - O Comando Salvador, O Pato da Capa Preta, e A Pandilha do Pateta. Passaram ainda várias séries de imagem real, O Jovem Anjo, Match Point, Uma Aventura com Fraldas, O Guarda Costas Secreto, entre outras. Também havia o espaço "Disney Clássico", onde eram transmitidas as curtas metragens das famosas personagens Disney. E não posso esquecer-me do correio do clube, que era lido todas a semanas e mostrado os desenhos enviados pelo público.
Esta fase foi produzida pela "Fábrica de Ideias" em associação com a "Buerna Vista Productions", com argumentos e diálogos de Abel Neves e realização de Diogo Collares Pereira e Fernando Matos Silva.
 
2ª Fase:

Ana.jpg

É em directo, de uma moradia situada numa localidade entre Cascais e Sintra que Sílvia Alberto, José Fidalgo e Alexandre Personne apresentam todos os sábados o clube mais animado da televisão.
Aqui vão receber crianças de todo o país que vão participar ao vivo e em directo como parte activa no desenrolar do programa.
Decorar a casa, tirar fotografias, pintar, jogar e passar-se por cameramen são algumas das actividades que os participantes podem realizar.
Como o Clube Disney é um programa interactivo os mais novos que se encontram em casa também podem participar a partir do seu telefone para jogar, propor novas rubricas ou simplesmente dar a sua opinião sobre temas que os preocupem.
Para além da animação da casa as crianças podiam ainda ver muitos desenhos animados e as suas séries preferidas como Pepper Ann, Recreio e Hércules entre muitas outras.
Assim, durante aproximadamente 2h, é tempo de festa na moradia do Clube Disney.
 
O formato manteve-se no ar até 2001, com uma interrupção de dois anos entre 1995/96. O programa revelou alguns nomes que ainda hoje fazem parte do panorama televisivo, tais como Sílvia Alberto, Anabela Brígida, Vitor Emanuel, entre outros.
O programa terminou no dia 14 de Julho de 2001.
 

Apresentadores - 1ª Fase

Anabela Brígida

anabela brigida.jpg

Pedro Gabriel

pedro gabriel.jpg

Vitor Emanuel

victoremanuel.jpg

Apresentadores - 2ª Fase

phpThumb.jpg

Carla Salgueiro, Pedro Penim e Alexandre Personne. foram alguns dos apresentadore desta fase do programa.

 

Genérico:

Videos:

Óscar e os Amigos

oscar friends.jpg

Oscar and Friends é umasérie de animação em stop motion infantil da Nova Zelândia, que foi transmitida originalmente 1995 a 1996. A série foi produzida em Wellington e era voltada para crianças de 3 a 6 anos. A série foi produzida pela Gnome Productions Ltd., distribuída pela Southern Star Sales e financiado pela NZ On Air e Southern Star Entertainment.

A série tem 26 episódios. Em Portugal, a série foi transmitida pela TVI em 1999.

 

História:

A série é sobre um menino de 7 anos chamado Óscar, que, com os seus amigos imaginários, vai de aventura em aventura. Na sua vida de fantasia, Bugsy, um verde brilhante, um covarde travesso de olhos esbugalhados, e Doris, uma garota ousada e excêntrica e confidente de Oscar, estão lá para resgatá-lo quando está em perigo e ajudá-lo.

oscar friends.jpg

Diplodos

diplodos.jpg

Diplodos é uma série infantil de 1988 produzida pela Saban International & C&D (Créativité et Développement), uma empresa fundada por Jean Chalopin depois que deixou a DIC . É baseada na linha debrinquedos japonesa Pocket Zaurus da Bandai.

 

História:

35b44d02720c87e4a2ca43ce6d022318.jpg

A série Diplodos tem como protagonistas cinco criaturas semelhantes a dinossauros, conhecidas como diplodorianos. Essas criaturas são de Diplodorianrex, o planeta irmão da Terra , que se encontra na quarta dimensão. A história explica que tudo o que acontece a um planeta também afeta o outro planeta. Os Diplodos defenderam com sucesso o seu planeta natal e colocaram um forte escudo defensivo. Isso faz com que os inimigos dos Diplidos, liderados pelo malvado Santos, vindos da Terra para destruir o planeta natal dos Diplodos. Com esta ameaça, os cinco Diplodos escolhidos viajam para a Terra a fim de defender o planeta, o que resultará na salvação dos seus próprios habitantes. Aqui, eles se encontram e se tornam aliados de Peter e Joan.

 

Esta série estreou nos anos 90 na RTP.

 

Genérico:

Os Cowboys de Moo Mesa

maxresdefault.jpg

Wild West: Cowboys of Moo Mesa (conhecido como Os Cowboys de Moo Mesa em Portugal) foi uma série animada americana de televisão criada pelo atrista de banda desenhada Ryan Brown.

A série foi produzida pela King Wolds em conjunto com a ABC Greengrass Productions e animada pela Guther-Whal Productions na primeira temporada e pela Ruby-Spears Productions na segunda temporada.

Em Portugal, a série passou na RTP nos anos 90.

 

História:

A série passava-se no período do faroeste americano. Um meteorito radioativo atingiu as planícies da época, e todos os bois, vacas e bezerros daquele local tornaram-se seres antropomórficos bovinos, e esses novos seres passaram a viver como a comunidade vivia na época, incluindo bandidos e xerifes corruptos. A série tinha toques de géneros Steampunk e Weird West (um misto de faroeste e ficção científica).

sclv1tq2c2yz.jpg

Abertura:

Universo Perdido

Lost_Universe_2.jpg

Lost Universe, que literalmente significa "Universo Perdido") é uma série de Ficção científica publicada entre 1992 até 2000, pelo autor japonês Hajime Kanzaka. Mais tarde foi adaptada em anime com 26 episódios.

Em Portugal este anime foi emitido entre os anos 2000 na RTP1 e na RTP2 com dobragem portuguesa sob o título de "Universo Perdido".

 

História:

Lost_Universe_2.jpg

Há 500 anos a humanidade avançava em direcção às estrelas. Investigadores conseguiram descobrir a aplicação da força mental às leis da física e exceder a velocidade da luz pela primeira vez no século XXI.
Numa altura em que todos os planetas da Via Láctea passam a ser habitáveis, a humanidade inaugura a União da Via Láctica e nomeia a Guarda do Universo a autoridade responsável pelo seu policiamento e combate ao crime.
É neste cenário que aparece uma nave, a Swordbreaker, e os seus 3 tripulantes: Kane Blueriver – o herói, Canal - a inteligência artificial da nave, e Millie Nocturne – conhecida pelos seus dotes culinários.
Esta equipa de 3 amigos vai aceitar todo o tipo de estranhas missões que a Guarda do Universo lhes dá, desde procurar pessoas desaparecidas a zelar pela segurança, tudo para conseguir dinheiro suficiente para viver e manter a sua nave.

 

Abertura:

Encerramento:

Postman Pat

402123_289689564414009_1424137209_n.jpg

Carteiro Pat ou O Carteiro Paulo (Postman Pat, no original inglês) foi uma VHS e DVD de 1982 da HIT Entertainment em stop motion britânica. A Woodland Animations e HIT Entertainment foi a primeira a produzir a série. John Cunliffe foi o criador e argumentista e Ivor Wood foi o realizador. É destinada a crianças em idade pré-escolar, e refere-se às aventuras de Pat Clifton, um carteiro da vila fictícia de Greendale (inspirado no vale real de Longsleddale perto de Kendal).

Postman Pat (série de 1981 com o título em português de Carteiro Pat) foi dobrado em português de Portugal e foi exibida na RTP2 no programa "Recreio do 2" em 1990.

Uma década depois, a série de 2004 foi exibida na RTP2 no programa Zig Zag em 2008.

 

História:

250px-Postman-Pat.jpg

Cada episódio segue as aventuras de Patrick Clifton, um simpático carteiro do interior, e do seu "gato preto e branco" Jess, enquanto ele entrega a correspondência no vale de Greendale. Embora inicialmente se concentre em entregar as suas cartas, quase sempre se distrai com a preocupação de um dos aldeões e está sempre disposto a ajudar a resolver os seus problemas. 

Outras personagens notáveis ​​incluem a agente do correio, Sra. Goggins; Alfred e Dorothy Thompson, os fazendeiros; PC Selby, o polícia; Pat e Sara Clifton; Jeff Pringle, o professor; Ajay Bains, motorista do Greendale Rocket e Pencaster Flyer; Nisha Bains, a dona do café; e Ted Glen, o faz- tudo e inventor local.

 

Genérico e episódio:

Rambo

x1080.jpg

Rambo: The Force of Freedom (também conhecido simplesmente como Rambo) é uma série de animação americana de 1986 baseada no personagem de John Rambo do livro de David Morrell, First Blood e os filmes subsequentes First Blood (1982) e Rambo: First Blood Part II (1985). Esta série foi adaptada para a televisão pelo editor de histórias/ redator principal Michael Chain e também teve uma linha de brinquedos. 

A série teve 65 episódios e foi produzida pela Ruby-Spears Enterprises. Estreou em 14 de abril de 1986 como uma minissérie em cinco partes e foi renovada em setembro como uma série. Não foi renovada para uma segunda temporada.

Em Portugal, a série passou na RTP no inicio dos anos 90.

 

História:

A pedido do Coronel TrautmanJohn Rambo lidera uma unidade especial chamada "A Força da Liberdade" contra a organização terrorista paramilitar do General Warhawk SAVAGE (Especialistas-Administradores de Vingança, Anarquia e Extorsão Global) em todo o mundo. 

2kRVyT0mhGn5jDHcq1Os3UlXlY5.jpg

 

Video:

Marmalade Boy

marmalade boy.jpg

Marmalade Boy é uma série animada criada por Wataru Yoshizumi publicado mensalmente na Ribon pela editora Shueisha, de maio de 1992 até outubro de 1995. A série foi adaptada pela Toei Animation em 76 episódios de anime. Também existe um curto filme, do tamanho de um episódio, lançado em 1995. Marmalade Boy também teve um live-action de 30 episódios, produzido em Taiwan.

A série teve 76 episódios de cerca de 26 minutos.

Em Portugal esta série estreou na SIC no dia 1 de agosto de 2002.

 

História:

marmalade boy.jpg

A história conta o dia-a-dia de Miki Koishikawa, uma menina muito enérgica e simpática cuja vida vira de cabeça para baixo quando os seus pais anunciam o seu divórcio, com um sorriso, e dizendo que pretendem trocar de casais e casar-se novamente, com os Matsuura, um casal que conheceram no Havaí. Para completar, os Matsuura tem um filho da mesma idade de Miki, Yuu, que é muito bonito e popular. E assim os seis irão morar na mesma casa, para desespero de Miki. Ginta, um amigo de Miki, e antigo amor, sente-se muito enciumado com a chegada de Yuu, e acaba se tornando um triângulo amoroso. Miki fica muito confusa, e desabafa sempre com a sua melhor amiga, Meiko, que é bastante madura. Muitos outros personagens importantes irão aparecer no decorrer da história, que é cheia de triângulos amorosos, mas todos acabam se tornando grandes amigos. É uma história sobre romance, confusões adolescentes e problemas familiares.

 

Genérico: